PETS: AUMENTO DA SAÚDE E HUMOR

Animais de estimação vêm com alguns poderosos benefícios para saúde. Aqui está como os cuidados com um cão, gato ou outro animal podem ajudar a aliviar depressão e ansiedade, reduzir estresse e melhorar sua saúde cardíaca

Por Lawrence Robinson e Jeanne Segal, Ph.D.

Os benefícios dos animais de estimação

A maioria dos donos de animais de estimação são claros a respeito das alegrias imediatas que vêm com o compartilhamento da vida deles com companheiros do reino animal, porém, muitos de nós permanecemos ignorantes aos benefícios mentais e físicos que também acompanham o prazer de se aconchegar com um amigo peludo. Somente estudos recentes começaram a explorar os benefícios do laço entre animais e seres humanos.

Animais de estimação evoluíram para se tornar sintonizados com os humanos e seus comportamentos. Cães por exemplo, são capazes de entender muitas das palavras que usamos, mas eles são bem melhores pra entender nosso tom de voz, linguagem corporal e gestos. E como qualquer bom amigo humano, um cão fiel te olhará nos olhos e tentará entender o que você está pensando e sentindo (e claro, te fazer se exercitar quando for hora da próxima caminhada ou hora dos petiscos).

Animais de estimação, especialmente cães e gatos podem reduzir estresse, ansiedade e depressão, aliviar solidão, encorajar exercícios e brincadeiras e até melhorar nossa saúde cardiovascular. Cuidar de um animal pode ajudar a crianças a crescerem mais seguras e ativas. Animais de estimação também proporcionam valiosa companhia para adultos mais velhos. Talvez o mais importante, um animal de estimação pode adicionar alegria real e amor incondicional à sua vida.

Qualquer animal pode melhorar sua saúde!

Enquanto que seja verdade que pessoas com animais de estimação sempre experimentam maiores benefícios de saúde do aquelas sem animais, um animal não tem que ser necessariamente um cão ou um gato. Um coelho pode ser ideal se você for alérgico a outros animais ou têm espaço limitado mas ainda assim quer um amigo peludo pra aconchegar Pássaros podem encorajar interação social e ajudar a deixar a sua mente afiada se você for um adulto mais velho. Cobras, lagartos e até répteis podem ser companheiros exóticos. Até mesmo observar peixes no aquário pode ajudar a reduzir tensão muscular e abaixar a sua pulsação.

Estudos têm mostrado que:

      • Donos de animais de estimação são menos prováveis de sofrer de depressão do que aqueles sem animais.

      • Pessoas com animais de estimação têm pressão sanguínea mais baixa em situações estressantes, do que aquelas sem animais. Um estudo até mostrou que quando as pessoas com hipertensão limítrofe adotam animais de um abrigo, a pressão delas foi abaixada significativamente dentro de cinco meses.

      • Brincar com um cão ou gato, ou outro animal de estimação pode elevar os níveis de serotonina e dopamina que acalmam e relaxam.

      • Donos de animais de estimação têm menos níveis de triglicérides e colesterol (indicadores de doenças cardíacas) do que as pessoas sem animais.

      • Pacientes que tiveram ataque cardíaco e têm animais de estimação sobrevivem mais tempo do que aqueles que não têm animais.

      • Donos de animais de estimação acima dos 65 anos fazem 30% menos visitas aos médicos do que aqueles sem animais.

    Uma das razões para estes efeitos terapêuticos é que animais de estimação preenchem as necessidades básicas humanas por toque. Até mesmo os criminosos mais endurecidos na prisão mostram mudanças de longo termo no comportamento após interagirem com animais de estimação, muitos deles demostram afeição mútua pela primeira vez. Carícias, abraços e toques em um animal amoroso pode acalmar rapidamente quando você estiver estressado ou ansioso. A companhia de um animal de estimação também pode aliviar a solidão e a maioria dos cães são um grande estímulo para exercícios saudáveis, que podem aumentar substancialmente seu humor e aliviar a depressão.

     

    Fale com um terapeuta licenciado

     

    BetterHelp é um serviço de terapia online que te põe em contato com terapeutas credenciados que podem ajudar com depressão, ansiedade, relacionamentos e mais. Faça uma avaliação e entre contato com um terapeuta em até 48 hrs.

    Como animais podem melhorar seu estilo de vida

     

    Adoção de um estilo de vida saudável tem um importante papel no alívio dos sintomas da depressão, ansiedade, estresse, distúrbios bipolares e PTSD. Cuidar de um animal de estimação pode ajudar você a fazer mudanças no seu estilo de vida ao:

    Aumentar os exercícios: levar um cão para passear, fazer trilha ou correr é uma maneira divertida e recompensadora de encaixar uma rotina diária de exercício na sua agenda. Estudos têm mostrado que donos de cães são mais prováveis a atender os requerimentos diários de exercício e se exercitar diariamente e também é ótimo para o animal. Isso aprofundará a conexão entre vocês, eliminará a maioria dos problemas de comportamento em cães e os manterá em forma e saudáveis.

    Proporcionar companhia: companhia pode ajudar a prevenir doenças e até adicionar alguns anos à sua vida, enquanto que isolamento e solidão podem ativar sintomas de depressão. Cuidar de um animal de estimação pode te ajudar a se sentir querido e necessário e tirar o foco dos seus problema, especialmente se você vive sozinho. A maioria dos donos de cães conversam com seus animais de estimação, alguns até os usam pra trabalhar seus problemas. Nada derrota a solidão como voltar pra casa e ver uma cauda abanando ou ouvir um ronronado.

    Te ajudar a conhecer novas pessoas: animais de estimação podem ser um ótimo lubrificante social para seus donos, os ajudando a iniciar e manter novas amizades. Donos de cães frequentemente param pra conversar com outros donos durante as caminhadas, trilhas ou no parque. Donos de animais encontram novas pessoas em petshops, clubes e aulas de treino

    Redução de ansiedade: A companhia de um animal de estimação pode oferecer conforto, ajudar a aliviar ansiedade e construir autoconfiança em pessoas ansiosas quando se trata de sair no mundo. Porque animais tendem a viver no momento presente, sem se preocupar sobre o que aconteceu ontem ou o que pode acontecer amanhã, eles podem ajudar você a se tornar mais atento e apreciativo da alegria do momento presente.

    Adicionar estrutura e rotina ao seu dia: muitos animais de estimação especialmente cães, exigem alimentação regular e um horário de exercícios. Ter uma rotina consistente mantém o animal equilibrado e calmo e também funciona pra você. Não importa o seu humor – deprimido, ansioso ou estressado – uma olhada no seu animal e você terá que sair da cama pra alimentá-lo, exercitá-lo e cuidar dele.

    Proporcionar alívio ao estresse: toque e movimento são duas maneiras saudáveis de gerenciar estresse rapidamente. Acariciar um cão ou gato ou outro animal pode baixar a pressão sanguínea e te ajudar a ficar mais calmo e menos estressado.

    Arrume um cão e perca peso

    Um número de estudos têm conectado a perda de peso a possuir um cão:

        • Um estudo de um ano atrás no Instituto de Bem Estar do Hospital Northwestern Memorial em Chicago descobriu que levar um cão acima do peso pra caminhar ajudou tanto os animais e seus donos a perderem peso indesejado. Pesquisadores descobriram que cães proporcionaram apoio em maneiras similares aos exercícios humanos, mas com maior consistência e sem nenhuma influência negativa.

        • Outro estudo feito pelo Centro de Pesquisa para Interação Humano animal descobriu que moradores de casas comunitárias que levaram os cães de terapia pra caminhar por 20 minutos durante cinco dias por semana perderam uma média de 6 quilos em um ano, sem alterar suas dietas.

        • Um terceiro estudo conduzido pelo fabricante de alimentos Mars Petcare, descobriu que pessoas com cães caminharam 30 minutos a mais por semana do que caminhavam antes de possuírem um cão.

       

      Os benefícios dos animais de estimação para adultos mais velhos

       

      Assim como proporcionar companhia vital, ter um animal de estimação pode ter um importante papel no envelhecimento saudável ao ajudar você a:

      Encontrar sentido e alegria na vida: na medida em que envelhece você perderá coisas que ocupavam seu tempo previamente e te davam propósito na vida. Você pode se aposentar ou seus filhos se mudaram pra longe. Cuidar de um animal pode trazer prazer e ajudar a elevar a sua moral, seu otimismo e senso de valor. Escolher adotar um animal de um abrigo, especialmente um animal mais velho, pode adicionar ao seu senso de realização ao saber que você deu um lar a um animal que teria sido sacrificado.

      Permanecer conectado: manter uma rede social não é sempre fácil na medida em que envelhece. Aposentadoria, morte e mudanças podem afastar amigos e familiares e fazer novos amigos pode ficar mais difícil. Animais de estimação, especialmente cães são uma ótima maneira para os adultos mais velhos estimularem conversas e conhecerem novas pessoas.

      Aumento da sua vitalidade: você pode superar muitos dos desafios físicos do envelhecimento ao cuidar bem de si mesmo. Cães, gatos e outros animais encorajam brincadeiras, risos e exercícios que podem ajudar a fortalecer seu sistema imunológico e aumentar sua energia.

      Como animais de estimação ajudam adultos com doença de Alzheimer ou demência?

      Como parte da doença de Alzheimer pacientes podem exibir uma variedade de problemas de comportamento, muitos relacionados a inabilidade de lidar com estresse.

          • Pesquisas da Universidade da Califórnia em Davis concluíram que pacientes com Alzheimer sofrem de menos estresse e têm menos crises de ansiedade se houver um cão ou gato em casa.

          • Animais de estimação podem proporcionar comunicação não verbal. A interação na base da brincadeira e toques gentis de um animal bem treinado e dócil podem ajudar a acalmar um paciente de Alzheimer e reduzir comportamento agressivo. Mesmo a simples exposição a aquários ou tanques de peixes pode fazer isso.

          • Em muitos casos os problemas de comportamento do paciente são uma reação a resposta estressada da pessoa que cuida deles. Animais de estimação podem aliviar o estresse dos cuidadores, gatos ou animais engaiolados podem ser mais adequados que cães, que geralmente exigem mais cuidado e sobrecarregam alguém que já está olhando por um paciente com Alzheimer.

         

        Os benefícios dos animais de estimação nas crianças

        Não somente crianças que crescem com animais de estimação têm menos riscos de alergias e asma, mas também aprendem responsabilidade, compaixão e empatia ao terem um cão ou gato.

            • Ao contrário de pais e professores, animais de estimação nunca criticam nem dão ordens. Eles são sempre amáveis e sua mera presença em casa pode proporcionar um senso de segurança nas crianças. Ter um animal sempre presente pode ajudar a aliviar ansiedade infantil quando os pais não estão em casa.

            • Ter o amor e companhia de um animal de estimação pode fazer a criança se sentir importante e adjudá-la a desenvolver autoestima

            • Crianças que são emocionalmente apegadas aos animais de estimação são mais capazes de construir relacionamentos com outras pessoas.

            • Estudos têm mostrado que animais de estimação também podem acalmar hiperatividade ou crianças superagressivas É claro, ambos o animal e a criança precisam ser treinados pra se comportarem apropriadamente um com o outro.

            • Um animal de estimação pode desenvolver uma mente jovem e expandida ao ensinar uma criança a ter empatia e entendimento. Crianças podem conversar com os animais de estimação sem medo de rejeição, o que permite que construam confiança e até vocabulário.

            • Até mesmo arrumar um animal de gaiola como um porquinho da índia ou um hamster é uma ótima maneira de ensinar responsabilidade a uma criança.

          Assim como adultos, crianças podem se beneficiar de brincadeiras com um animal de estimação. Isso pode ser uma fonte de calma e relaxamento, assim como de estímulo para o cérebro e o corpo. Brincar com um animal de estimação pode até ser uma porta para o aprendizado infantil, pode estimular a imaginação e curiosidade da criança. As recompensas de treinar um cão em um novo truque por exemplo, podem ensinar às crianças a importância da perseverança. Cuidar de um amigo peludo também pode oferecer outro benefício à criança: alegria.

          Crianças com deficiência de aprendizado e outros desafios

          Algumas crianças com autismo e outras dificuldades de aprendizado são mais capazes de interagir com animais de estimação do que com pessoas. Crianças autistas frequentemente confiam em sinais não verbais pra se comunicar, assim como animais. E aprender a se conectar primeiro ao animal pode até ajudá-las com as interações com pessoas.

              • Animais de estimação podem ajudar crianças com dificuldades de aprendizado como regular estresse e acalmar a si mesmas, tornando-as melhores equipadas pra superar os desafios da deficiência.

              • Brincar e se exercitar com um cão pode ajudar a criança com dificuldades de aprendizado a permanecer alerta e atenta durante o dia. Isso também pode ser um ótimo antídoto para o estresse e frustração causados pela deficiência de aprendizado.

              • Aprender a andar a cavalo no estábulo local pode elevar a autoestima de crianças com deficiência, os colocando em um nível de igualdade com crianças sem deficiências.

             

            Ter um animal de estimação é um grande compromisso

            Apesar de todos os benefícios é importante lembrar que um animal de estimação não é um milagre pra problemas mentais. Ter um animal é benéfico e reconfortante somente para aqueles que adoram e apreciam animais domésticos e têm tempo e dinheiro pra mantê-los alegres e saudáveis. Se você não é uma pessoa que gosta de animais, ter um não vai proporcionar nenhum benefício à saúde ou melhorar sua vida

            Mesmo se você adora animais, é importante entender o que significa cuidar de animais. Ter um animal de estimação é um grande comprometimento que durará por toda a vida do animal, talvez 10 ou 15 anos no caso dos cães e ao fim do comprometimento você enfrentará luto pela perda do companheiro amado.

            Outras desvantagens de ter um animal de estimação incluem:

            Eles custam dinheiro. Despesas com comidas, cuidados veterinários, licenças, custos com asseio, brinquedos, camas, alvarás e outras despesas de manutenção podem acumular. Se você estiver desempregado ou for idoso, ou tiver uma fonte de renda fixa, isso pode ser difícil lidar com as despesas de ter um animal de estimação.

            Animais exigem atenção e tempo. Como qualquer dono de cão dirá a você, não tem nada terapêutico sobre chegar em casa e encontrar um cão que ficou trancado o dia todo. Cães precisam de exercício pra ficarem calmos e equilibrados; a maioria dos outros animais requer pelo menos cuidados e atenção diários.

            Ter um animal de estimação pode cortar um pouco da suas atividades sociais. Um cão só pode ficar sozinho por um período limitado; ao treinar seu cão você poderá levá-lo pra visitar seus amigos, fazer tarefas na rua, ou sentar na cafeteria por exemplo, mas não conseguirá sair pra um fim de semana esporádico sem arrumar alguém pra cuidar do seu animal primeiro.

            Animais de estimação podem ser destrutivos. Qualquer um pode ter algum acidente casual em casa. Alguns gatos têm a tendência pra destruir os estofados, alguns cães mastigam calçados. Enquanto que treinamento pode eliminar comportamentos destrutivos, eles permanecem comuns em animais que são deixados sozinhos, sem exercício ou estimulação por longos períodos. Animais exigem responsabilidade, a maioria dos cães, independente do tamanho ou raça, são capazes de ferir pessoas se não forem manuseados responsavelmente pelos seus donos. Até gatos podem arranhar ou morder. Donos de animais precisam estar alertas, especialmente ao redor de crianças.

            Animais carregam riscos à saúde para algumas pessoas. Enquanto que há algumas doenças que podem ser transmitidas por gatos e cães aos humanos, alergias são riscos mais comuns à saúde do dono de animais. Se você tiver sido diagnosticado ou tiver um familiar que foi diagnosticado com uma alergia a animais de estimação, considere cuidadosamente se pode vier com os sintomas antes de se comprometer a ter um animal. Também considere que alguns dos seus amigos ou parentes com alergias podem não conseguir mais te visitar se você tiver um animal.

             

            Como achar o animal de estimação perfeito

            Se você decidiu que ter um animal de estimação é a coisa certa pra você, parabéns: você está pra abrir sua vida para um relacionamento único e recompensador. Enquanto que pessoas que têm animais de estimação tendem a ser mais felizes, mais independentes e se sentirem mais segura do que as que não têm animais, é importante selecionar o tipo de animal que melhor se adequar às suas necessidades e estilo de vida.

            Converse com outros membros da sua casa e estejam de acordo sobre as qualidades que quer em um animal e aquelas que prefere evitar.

             

            Considerações de estilo de vida que influenciam sua escolha de um animal de estimação

            Um pouco de atividade ao ar livre, se a maior parte do seu tempo é gasto em casa, considere animais que ficariam felizes de ficar com você naquele ambiente. Você pode gostar de brincar ou aconchegar com um gato ou coelho; fazer caminhadas vagarosas com um cão idoso; assistir peixes no aquário ou répteis no viveiro; ou conversar e ouvir um pássaro cantar.

            Atividade de alto nível: se você é mais ativo e desfruta de atividades diárias fora de sua casa, especialmente caminhar ou correr, um cão energético pode ser certo pra você. Companheiros caninos crescem com exercícios ao ar livre, os mantenha em movimento.

            Crianças pequenas e idosos: famílias com crianças pequenas ou idosos deveriam considerar o tamanho e nível de energia do animal de estimação. Filhotes de cães e gatos são geralmente muito ativos, mas são criaturas delicadas que têm que ser manuseadas com cuidado. Cães largos e desengonçados podem ferir ou derrubar acidentalmente uma criança pequena ou um adulto com os pés instáveis.

            Outros animais na casa: Considere a alegria e habilidade de se ajustar aos animais de estimação que você tenha. Enquanto que um cão ou gato podem adorar ter um amigo do reino animal pra brincar, um animal de estimação que tem acesso exclusivo à sua atenção pode ressentir você.

            Ambiente doméstico: Se uma casa arrumada, livre de pelos de animais, marcas de patas lamacentas e “acidentes” é importante, então um cão vagabundo ou um gato com longos pelos podem não ser a melhor escolha. Você pode querer escolher animais que fiquem confinados nos seus espaços, tais como peixes, pássaros, hamsters e répteis.

            Preocupações com a paisagismo: sua paisagem sofrerá com certos animais. Muitos cães gostam de cavar buracos no quintal e urina canina deixa manchas amarelas – alguns dizem que fêmeas não esterilizadas causam os maiores estragos.

            Compromisso de tempo: finalmente e talvez o mais importante, mantenha em mente que você estará assumindo um compromisso que durará pelo menos pelo tempo de vida do animal, talvez 10, 15, ou 20 anos um cão ou gato; 30 anos com um pássaro. Você pode claro adotar um cão mais velho ou um gato de um abrigo de animais e proporcioná-los um merecido lar amoroso nos seus anos avançados.

            Em última instância, quando escolher um animal de estimação seja honesto com você mesmo sobre o estilo de vida que gosta e sobre o tipo de animal que gostaria de cuidar. Se estiver em dúvida sobre cuidar de um animal maior, comece pequeno, arrume um peixe ou animal menor de gaiola. Veja como se sai a partir daí.

            Animais de abrigo ou resgatados

            Seja de raça mista ou raça pura, cães e gatos adotados de um abrigo ou resgatados de algum grupo são excelentes animais de estimação Na maioria das vezes animais de estimação acabam em abrigos sem terem culpa. O dono pode ter morrido ou mudado para um lugar que não permite animais, ou animal pode simplesmente ter sido abandonado por donos irresponsáveis que o compraram por algum capricho e mais tarde descobriram que não eram capazes ou que não tinham boa vontade pra cuidar deles apropriadamente. Se algum animal de abrigo exibir comportamento agressivo, ele é tipicamente abatido em vez de ser oferecido pra adoção.

            Grupos de resgate tentam achar lares adequados para cães e gatos indesejados ou abandonados, muitos foram tirados dos abrigos onde seriam sacrificados. Voluntários geralmente cuidam dos animais até que possam achar um lar permanente pra eles. Isso significa que as pessoas que os resgatam são geralmente familiares com animais e podem aconselhar você sobre qual animal seria compatível com suas necessidades.

            Ao adotar um animal de um abrigo ou organização de resgate, você não somente dará um lar merecido ao animal, mas também salvará sua vida.

             

            Evite filhotes vendidos em lojas de animais e online

            Canis são como se fossem fábricas de cães que produzem filhotes pra ter lucro, ignorando as necessidades dos filhotes e suas mães. As mães caninas passam a vida toda em gaiolas apertadas ou canis com pouca ou nenhuma atenção ou qualidade de vida. Quando a mãe e os pais caninos não podem mais reproduzir eles são descartados ou sacrificados. Cães de canis estão sempre doentes e não são sociáveis.

            Também há mais de 10 mil canis somente nos Estados Unidos e eles vendem filhotes comumente online ou via classificados de jornais, mercados de pulgas e lojas de animais. Na verdade a maioria dos filhotes vendidos em lojas de animais e online vêm de canis, embora os vendedores se anunciem como criadores e cruzadores “responsáveis” e prometam que criaram os filhotes “em casa”.

            Pra ajudar a interromper esse ciclo de crueldade, escolha adotar seu próximo cão de um abrigo ou grupo de resgate, ou somente compre um cão de um cruzador responsável que lhe mostre onde o filhote e a mãe foram nascidos e criados.

            Fonte: The Humane Society of the United States

             

            Escolher entre um cão e um gato

            Cães e gatos são os animais de estimação mais comuns nas casas. Ocasionalmente você verá alguém levando o gato pra passear na coleira ou um cão que usa caixa de areia, mas tipicamente cães e gatos têm diferentes necessidades:

             

            Dentro de casa ou ao ar livre

            Gatos: gatos domésticos gostam de sair pra vadiar ao ar livre as vezes.

            Cães: cães precisam de exercício diário e caminhadas ao ar livre. Mesmo se você tiver uma grande quintal cercado onde eles possam correr e ir ao banheiro, eles ainda precisam de caminhadas diárias.

            Treinamento

            Gatos: o treinamento essencial de gatos geralmente inclui usar a caixa de areia e não arranhar os móveis. Gatos resistem ao treinamento.

            Cães: cães precisam de muito mais treino do que gatos. A maioria dos cães gosta de treinamento porque lhes dá algo pra fazer. Eles também têm desejo inato de agradar as pessoas.

            Personalidade

            Gatos: se você adora serenidade e independência misturada com brincadeiras, é mais provável que um gato satisfaça você.

            Cães: se você quer ser saudado exuberantemente toda vez que chega em casa, um cão é a melhor escolha.

             

            Sociabilidade

            Gatos: gatos ficam sempre contentes se forem deixados em paz (exceto é claro quando você prefira que eles te deixem em paz).

            Cães: cães tendem a crescer com a interação com os humanos e outros cães.

             

            Alternativas à ser dono de animais

            Se você não tem tempo, dinheiro ou habilidade pra ser um dono de animal de estimação em tempo integral, há sempre outras maneiras de experimentar os benefícios para saúde de estar em volta de animais. Até mesmo curtos períodos passados com um cão ou gato podem beneficiar tanto você quanto o animal.

            Você pode pedir pra levar o cão do seu vizinho pra passear, por exemplo, ou ser voluntário em um abrigo de animais. A maioria dos abrigos ou grupos de resgate são receptivos a voluntários que ajudam a cuidar de animais sem lar ou ajudar com eventos de adoção. Você não somente ajudará a si mesmo, mas também ajudando a socializar e exercitar os animais, tornando-os mais adotáveis.

            Alguns abrigos e grupos de resgate oferecem programas de “aluguel de animais de estimação” onde cães e gatos que estejam disponíveis pra adoção possam ser levados para passeio ou brincadeiras. Você também pode adotar um animal temporariamente até que um lar seja encontrado pra ele ou que decida que o animal é certo pra você.

            Uma variedade de organizações diferentes oferecem cães e gatos de terapia especialmente treinados para visitarem hospitais de crianças, asilos, hospícios, abrigos e escolas. Durante estas visitas as pessoas são convidadas a acariciar e esfregar os animais, o que pode melhorar o humor delas e reduzir ansiedade e estresse.


            www.petcafe.com.br

            Pet Café (@petcafebh) • Fotos e vídeos do Instagram

            PetCafe
            PetCafe

            Deixe um comentário

            O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

            Mais posts

            Últimos Posts

            logo petcafe a melhor cafeteria do Brasil

            Nosso café é animal. Sem igual.

            Venha conhecer!

            Onde Estamos
            Horário de Funcionamento
            Newsletter
            Inscreva-se em nossa newsletter para receber as novidades sobre o Pet Café.
            Copyright © 2023 Pet Café | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Morciani Soluções Digitais
            Copyright © 2023 Pet Café - Todos os direitos reservados.
            Desenvolvido por Morciani Soluções Digitais