POR QUE NÓS AMAMOS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO?

pais de pet

Nós amamos animais de estimação… Mas por quê?

Tantos de nós têm memórias de um animal de estimação que ainda provoca sentimentos de amor a amizade. Memórias do nosso primeiro animal e do nome dele em todas as nossas senhas!

Animais trazem o melhor que há em nós à tona, seja se forem bonitinhos e carinhosos ou escorregadios e escamosos. Já imaginou o que nos faz levar o cão pra sair na chuva? Mesmo que ele esteja usando um cone na cabeça? Por que toleramos sermos acordados por um alarme peludo, ou limpar gaiolas mais do que limpamos nossa casa, ou administrar medicamentos para um animal de estimação que vai cuspir 5 minutos depois?

Não é incomum que donos de animais de estimação considerem rehipotecar a casa pra pagar:

  • Camas realmente confortáveis – onde as crianças não tenham problema pra dormir.
  • Gastos com veterinários – Por que não há veterinários no SUS?
  • Seguro – quanto?!!
  • Comida – que você considere comer, que soe apetitosa.
  • Um carrão – pra caber o cachorro enorme no bagageiro e com reboque pra puxar o trailer do cavalo.

Nós somos uma nação de amantes dos animais, mas por quê? A simples realidade é que os animais fazem nos sentirmos melhor. Eles dependem de nós e nos demonstram amor incondicional em retorno (exceto gatos, cujo amor é definitivamente condicional). Mas não se trata somente de amor, é ciência. Preste atenção:

Oxitocina é um poderoso hormônio que se conecta com os receptores do cérebro e da medula. Essa substância química é sempre referida como o “hormônio do amor” porque os níveis de oxitocina se elevam significativamente em resposta ao beijo, toque, amamentação e nos motiva a cuidar de alguém e formar laços.

Todos os animais parecem ter células diretamente sob a pele que ativam a oxitocina na pele, então um toque gentil, como pentear o pelo do seu cavalo ou acariciar seu gato, é um poderoso gatilho.

Meg Daley Olmert escreve no seu livro ‘Feitos Um Para o Outro: A Biologia do Laço Ser Humano-Animal’, “o nível otimizado de toque entre animais de estimação e pessoas é uma taxa de 40 carícias por minuto. Embora o toque dê um forte estímulo pra liberação desse hormônio, ele não depende unicamente deste sentido”.  

Pesquisadores japoneses descobriram que cães que olham para seus donos por um longo período de tempo, tiveram níveis elevados de oxitocina. Da mesma forma, após receberem longos olhares, os donos dos animais também elevaram seus níveis de oxitocina. Amostras de urina foram coletadas de um grupo de cães e seus donos antes e após uma interação de 30 minutos. As amostras mostraram que aqueles animais e donos que passaram mais tempo se olhando nos olhos, tiveram maiores aumentos nos níveis de oxitocina da urina. Em um segundo experimento, oxitocina foi borrifada nos focinhos dos cães e os resultados mostraram que cães do sexo feminino olhavam para seus donos por mais tempo após serem borrifadas. Isso resultou em níveis de oxitocina elevados nos donos.

Então estes resultados sugerem que os níveis de afeição que sentimos por um animal de estimação, são similares àqueles sentidos por membros da família. Devido ao aumento de oxitocina através do olhar e do toque, nós queremos cuidar dos nossos animais e também sentimos níveis de apego similares aos das mães pelas crianças. Não se admira que vemos nossos animais de estimação como parte da família ou até como um filho peludo.

Mas talvez seja até mais significante que um crescente volume de pesquisas científicas tem mostrado que nossos animais de estimação também podem nos tornar mais saudáveis. Cientistas acreditam agora que oxitocina pode desacelerar a taxa cardíaca e respiração, acalmar a pressão sanguínea e inibir a produção de hormônios do estresse. O hormônio também tem propriedades antiinflamatórias e níveis de oxitocina mais elevados no sangue, podem reduzir dor.

Isso certamente ajudaria a explicar o aumento do uso da terapia assistida por animais utilizando cães e gatos na maioria, mas também cavalos e até lhamas em hospitais, casas de repouso, escolas e outros. Também por isso tem havido um aumento no uso de terapia com animais com pacientes que têm problemas mentais. A presença de um cão pode ser calmante e terapia animal permite os benefícios do toque.

Então aí está. Nós Amamos Animais de Estimação e não só porque é Fevereiro. É ciência.

Escrito por WLP Team

www.petcafe.com.br

Pet Café (@petcafebh) • Fotos e vídeos do Instagram

PetCafe
PetCafe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts

Últimos Posts

logo petcafe a melhor cafeteria do Brasil

Nosso café é animal. Sem igual.

Venha conhecer!

Onde Estamos
Horário de Funcionamento
Newsletter
Inscreva-se em nossa newsletter para receber as novidades sobre o Pet Café.
Copyright © 2023 Pet Café | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Morciani Soluções Digitais
Copyright © 2023 Pet Café - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Morciani Soluções Digitais